Incompreensão.

É engraçado como as pessoas são;

Um dia dizem uma coisa, elogiam tantas outras, mas assim que possível, na primeira oportunidade, colocam todas as garras de fora e desabafam os reais sentimentos.

Para mim, isso é um tanto quanto incompreensível de minha parte, pois a minha sinceridade é tão honesta e fiel, que não consigo compreender quando os outros são falsos, quando os outros não se expressam definitivamente.

Será que dói ser sincero, será que dói mais falar a verdade do que enrolar?

Para mim, que a verdade seja dolorida, mas que seja dita assim que questionada, pois nada pior que ficar andando as cegas, sem saber dela.

Ficar com a consciência pesada, para mim, é não ser honesto e sincero, não enxergar que o outro precisa da verdade para poder se orientar, é não poder colaborar positivamente com o próximo.

Mas, infelizmente, muitos ainda não sabem disso, vivem de máscaras, como num teatro.

Simplesmente, não sei viver assim. Prefiro ser a “revoltada” que se expressa sempre que dá do que ser a falsa sem graça que quer agradar tudo e a todos fazendo-se de correta o tempo todo.

Erro, erro mesmo e erro feio, normalmente por me antecipar de mais, por ansiar de mais, só que depois reconheço meus erros, me localizo neles e sou humilde suficiente para pedir desculpas e também ajuda. Não sou perfeito, mas faço minha parte em tentar fazer o meu melhor sempre, mesmo que errando, mas sempre tentando melhorar.

 

By Nina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s