Olá.

Olá! Aqui estou com este novo endereço, pois me dou melhor com o WordPress do que com o Blogspot (Blogger). Aproveitando o novo endereço, renovei as ideias e definitivamente este será o lugar onde irei poder abrir asas a imaginação e a criação de textos que falam desde as minhas revoltas até os meus momentos mais fúteis. Enfim, é aqui que irei extravasar, falar de tudo um pouco.

Aproveitando este momento de explicações e definições, já deixo claro, antecipadamente e tendo agora, neste exato momento, uma revolta, que não é por eu estar estudando psicologia que eu sou perfeita e não tenho meus momentos difíceis, de erros e aprendizagem. Até por que não sou não sou a super mulher maravilha. Sofro, vivo, penso, existo! Então, se eu disser coisas que não sejam aprovadas por quem lê, saibam que este é o meu momento pessoal e o respeito deve existir. Na prática da profissão, sigo uma ciência, sigo uma “lógica” e não as minhas emoções como irão estar aqui presentes e expressas. Não misturem as coisas.

Cito isso de antemão por que no meu endereço anterior, no outro blog, fui criticada e subestimada quanto ao meu conhecimento cientifico e a minha formação por que expus minha opinião e minha emoção em alguns comentários. Existem pessoas que acham que devemos ser o exemplo perfeito de cidadão por que somos Psicólogos. Até onde sei o único ser perfeito que encarnou na Terra foi Jesus Cristo, então fiquem espertos! Não exijam de mais dos outros e nem faltem com respeito. Subestimar alguém pelo o que ele “aparenta” ser é faltar com respeito, é deixar de lado a regra básica para uma vivência saudável em sociedade. TODOS têm seus momentos de dificuldades, de não saber lhe dar com as emoções. Tolerar as diferenças e os perfis que um sujeito possa ter é fundamental. Digo PERFIS, porque como profissional sou uma, como filha sou outra, como Marina, mulher, sou outra ainda. Nós não somos robôs, onde com todos e tudo somos sempre os mesmos. É muito diferente ser sincero e honesto do que ser um robô, alguém engessado, que é igual em tudo e com todos. Como com cada um que nos envolvemos, nos relacionamos, temos diferentes emoções e sentimentos, com cada um iremos agir de forma diferente de acordo com a situação. Ser você mesmo não é o mesmo que ser sempre o mesmo. Seja você mesmo admitindo seus erros, suas dificuldades e seus sentimentos e emoções. Do contrario estaria eu sendo uma falsa! E isso eu jamais conseguirei ser.

#Ficaadica: Psicólogos também têm seus defeitos, qualidades que necessitam de mudança, mas não é por isso que deixam de ser bons profissionais. Ninguém é perfeito! Se fosse assim, segundo a ciência Espirita, não estaríamos aqui na Terra.

Beijos aos leitores.

E a nina falou!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s